Neste fim de ano, como está seu "espírito natalino"?
Animado
Esperançoso
Apreensivo
Irritado
Despreocupado
Ver parcial de votos
 
  ADVILLAGE
 

Smartphones 4G se multiplicam no Brasil, mas preços e cobertura são desafios

 

Hoje há 31 modelos de sete marcas homologados pela Anatel, mas só agora surgem opções de "apenas" 1 mil reais

11/10/2013 - 16:41 - Advillage
 

Preços altos e rede ainda limitada são os principais desafios ao crescimento da tecnologia 4G no Brasil. Segundo dados da Anatel, o número de modelos de smartphones com internet móvel de quarta geração homologados passou de 11, em abril, quando foi iniciada a oferta no país, para 31 no início de outubro, informa a Reuters.

Os preços variam dependendo do plano do cliente; no pré-pago da Claro, por exemplo, celulares 4G como o Moto X chegam a custar 2,399 mil reais. Entre os celulares inteligentes com tecnologia 3G, a oferta de smartphones mais baratos é maior, com modelos disponíveis por 599 reais, como o Samsung Galaxy Trend. A Vivo não informou o preço de seus smartphones 4G. Procuradas pela Reuters, TIM e Oi não se pronunciaram.

Do total de aparelhos homologados, oito são da Samsung, dois da Motorola, cinco da Nokia, seis da LG, quatro da BlackBerry e quatro da Sony Mobile. A Apple, que até então não tinha iPhones adaptados à frequência de 2,5 gigahertz (GHz) adotada no Brasil, teve dois modelos homologados.

Somente as operadoras Claro e Vivo pretendem lançar até o fim do ano mais 14 modelos de smartphones com a tecnologia 4G, informaram as operadoras à Reuters. Em abril, a Claro tinha quatro smartphones 4G em seu portfolio, número que hoje está em 17. Até o fim do ano, mais sete modelos devem ser lançados, informou a empresa. Já a Vivo comercializa 12 modelos de smartphones com conexão 4G, e também pretende lançar nos próximos meses sete novos modelos.

Apesar do aumento da oferta, o número de usuários do 4G continua baixo na comparação com o total de usuários de internet móvel no país. Segundo dados da Anatel de agosto, a banda larga móvel totalizava 85,31 milhões de acessos, dos quais apenas 398,62 mil vinham de terminais 4G.

Banda larga móvel cresce mais um pouco em agosto e já detém 31,6% do mercado.

Um dos principais desafios para a ampliação da base de clientes ainda é o elevado preço dos smartphones adaptados à tecnologia, disse o analista de mercado do IDC, Leonardo Munin. Mas ele nota que o cenário está mudando gradualmente e que hoje já é possível encontrar aparelhos 4G por R$ 1 mil, como é o caso do Nokia Lumia M.

Rede - Na opinião do gerente de produto da Motorola, Renato Arade, não é apenas o preço dos aparelhos o desafio para o crescimento do 4G, mas também a ampliação da infraestrutura de rede por todo o país. Ele observa que somente nas maiores cidades o usuário consegue ter o benefício.

As quatro principais operadoras do país disseram, em agosto, estar adiantadas no cumprimento da meta da Anatel de cobrir com rede 4G as cidades-sedes e subsedes da Copa do Mundo até 31 de dezembro. Dificilmente, porém, elas atingirão neste ano a projeção de 4 milhões de usuários 4G divulgada pela Anatel.

O governo leiloou frequências de 2,5 GHz para uso pela telefonia 4G no ano passado e deve fazer novo leilão envolvendo a faixa de 700 MHz, mais comum no mundo para a operação da tecnologia, no começo de 2014.

Siga-nos no Twitter


  • Atualmente 2,7/5 Estrela(s).
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Rate 2,7/5 estrela(s) [ 276 voto(s) computado(s) ] Obrigado pelo seu voto!

Enviar |
Imprimir |
[ + ]
ver mais |
[ < ]
voltar |

Compartilhar
Últimas notícias

16:22 - Ibope lança ferramenta para medir repercussão de programas de TV no Twitter

11:35 - Jornais são lidos por apenas 7% da população, mas lideram entre os veículos mais confiáveis

16:41 - Smartphones estão entre os itens que mais geram visitas às lojas online

12:33 - Kantar Media, do grupo WPP, adquire o controle do Ibope Media

09:05 - Aprovada resolução conjunta entre Anatel e Aneel sobre compartilhamento de postes

13:44 - F/Nazca anuncia novo diretor de criação e reforços na equipe de Sadia

10:56 - Internautas consomem mais conteúdos gratuitos do que pagos, aponta Ibope Media

07:02 - Governo anuncia ferramenta para monitorar crimes de ódio pela internet

16:26 - Agência David contrata publicitário argentino para assumir a criação em São Paulo

13:47 - Deloitte: Comércio eletrônico destaca-se como canal de compra para o Natal

Todos os direitos reservados - Cidade Biz©2014    desenvolvido por  |